Por que um CRISTÃO verdadeiro não deve comemorar FESTAS RELIGIOSAS?

Por que um CRISTÃO verdadeiro não deve comemorar FESTAS RELIGIOSAS?

 

Os perdidos procuram "demonstrar" algum interesse em saber sobre o que aconteceu com Jesus Cristo, ou na Lei, como de costume, em "épocas comemorativas".

 

Alguns dizem que se converteram "nessas épocas", e alegam que as comemorações o induziram a este ato. Na verdade, a grandessíssima maioria dessas pessoas volta a sua "vidinha corriqueira". E quem sabe se os "convertidos" nessas "épocas" não atentaram, apenas, para a "emoção" momentânea do "culto" ou "evento"? Acredito na conversão racional, não na emotiva; apesar de muitos se emocionarem, mesmo na racionalidade.

 

O verdadeiro servo de Deus faz o que dar mais prazer ao salvo que é evangelizar, seja pessoalmente, por folhetos, por cartas, por E-mails… enfim, de formas que não contrariem os ensinos bíblicos. Quando isto não acontece, sobrevém uma enorme tristeza no coração e sentimento de não ter feito o que mais gosta. É como se faltasse fazer alguma refeição no dia. Para nós, que amamos propagar a mensagem de Deus, cada dia é muito especial. Não necessitamos de "comemorações". O que acontece é que alguns só deixam para chamar atenção sobre o Senhor Jesus Cristo nas "épocas" de "comemorações" pagãs. Então, fica parecendo que os que se converteram foram induzidos pelos "eventos" pagãos. Por que o que se diz convertido ao Senhor Jesus Cristo não fala sobre tudo o que essas "comemorações" propõem apregoar em dias comuns? Não seria mais apropriado?

 

Na época do começo da pregação do evangelho já havia muitas "comemorações" em "festas" pagãs de adorações a "deuses" estranhos. Não vemos, na Palavra de Deus, nenhum servo do Senhor Jesus Cristo aproveitando essas "festas" ou "comemorações" para pregar o evangelho!

 

As festas judaicas não eram pagãs, mas cumprimentos de mandamentos de Deus para figurarem, temporariamente, o que aconteceria com o seu Filho e como são as coisas celestiais. O erro dos "legalistas" está no fato deles continuarem a praticar atos da Lei de Deus, e seus rituais, que eram temporários, e não fazem mais sentido, visto que o Cordeiro de Deus já foi sacrificado e ressuscitou; cumprindo, na cruz, toda a LEI e PROFECIAS (Mateus 5:17) concernentes a sua morte e ressurreição. Uma profecia ou figura cumprida é, logicamente, inutilizada por si mesma. Por exemplo: As figuras, profecias e símbolos concernentes à morte do Senhor Jesus Cristo… Jesus Cristo não morrerá mais (Romanos 6:9). Por isto, não necessitará mais de figuras, profecias ou práticas que simbolizem a sua morte.

 

Paulo entrava nas sinagogas nos dias de sábado (que não eram comemorações pagãs) para pregar o evangelho aos que criam que o sábado era um meio de salvação, como crêem os legalistas. O dia de "pentecostes" não era uma festa pagã. Quando Paulo pregou no areópago, em Atenas, não estava aproveitando nenhuma "festa". O areópago funcionava todos os dias e as imagens, em Atenas, faziam parte da contínua idolatria grega.

 

O diabo, com suas artimanhas, utiliza de armas malignas e faz com que “festas" ou "comemorações" dele pareçam ser de Deus. Utiliza o nascimento do Senhor Jesus Cristo em data errada, misturado com ritualismos pagãos e a páscoa dos judeus como artifício para adorações a “deuses” inventados pela imaginação do homem.

 

Por exemplo:

 

O "natal" de "são Nicolau" (papai Noel):

 

Com adorações ao "deus sol" (25 de dezembro), presentes a Ninrode (nos pinheiros), "coroas do advento" ("sinal de esperança e vida" para o paganismo), presépios (introduzidos por "são Francisco de Assis", no século XII), bolas coloridas (símbolo das cabeças dos cristãos assassinados na Idade Média pelo catolicismo romano), etc.

 

A "páscoa" pagã tem como representatividade:

 

O "coelho": Representa, para os pagãos, a fertilidade – com orgias e prostituições, no antigo Egito ou… 

 

Eostre ou Ostera: "deusa" da fertilidade e do renascimento:

 

Leia o que encontramos na Enciclopédia WIKIPEDIA:

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Eostre

 

“Eostre ou Ostera é a deusa da fertilidade e do renascimento na mitologia anglo-saxã, na mitologia nórdica e mitologia germânica. A primavera, lebres e ovos coloridos eram os símbolos da fertilidade e renovação a ela associados.

 

De seus cultos pagãos originou-se a Páscoa (Easter, em inglês e Ostern em alemão), que foi absorvida e misturada pelas comemorações judaico-cristãs. Os antigos povos nórdicos comemoravam o festival de Eostre no dia 30 de Março. Eostre ou Ostera (no alemão mais antigo) significa “a Deusa da Aurora”. É uma Deusa anglo-saxã, teutônica, da Primavera, da Ressurreição e do Renascimento. Ela deu nome ao Sabbat Pagão, que celebra o renascimento chamado de Ostara.

 

Posteriormente, a igreja católica acabou por a Páscoa às festividades pagãs de Ostara e absorveu muitos de seus costumes, inclusive os ovos e coelhinho da Páscoa. Podemos perceber isso pelo próprio nome da Páscoa em inglês,Easter, muito semelhante a Eostre.

 

O nome Eostre ou Ostara, como também a Deusa é chamada, tem origem anglo-saxã provinda do advérbio ostar que expressa algo como “Sol nascente” ou “Sol que se eleva”, Muitos lugares na Alemanha foram consagrados a ela, como Austerkopp (um rio em Waldeck), Osterstube (uma caverna) e Astenburg.

 

Eostre estava relacionada à aurora e posteriormente associada à luz crescente da Primavera, momento em que trazia alegria e bênçãos a Terra.

 

Por ser uma Deusa um tanto obscura, muito do que se sabia sobre ela foi se perdido através dos tempos, e descrições, mitos e informaçõe sobre ela são escassos.

 

Seu nome e funções têm relação com a Deusa grega Eos, Deusa do Amanhecer na mitologia grega. Alguns historiadores dizem que ela é meramente uma das várias formas de Frigg *deusa indo-européia – esposa de Odin), ou que seu nome seria um epíteto para representar Frigg em seu aspecto jovem e primaveril. Outros pesquisadores a associam à Astarte (Deusa Fenícia) e Ishtar (deusa Babilônica), devido às similaridades em seus respectivos festivais da Primavera.

 

Dizem as lendas que Eostre tinha uma especial afeição por crianças. Onde quer que ela fosse, elas a seguiam e a Deusa adorava cantar e entretê-las com sua magia.

 

Um dia, Eostre estava sentada em um jardim com suas tão amadas crianças, quando um amável pássaro voou sobre elas e pousou na mão da Deusa. Ao dizer algumas palavras mágicas, o pássaro se transformou no animal favorito de Eostre, uma lebre. Isto maravilhou as crianças. Com o passar dos meses, elas repararam que a lebre não estava feliz com a transformação, porque não mais podia cantar nem voar.

 

As crianças pediram a Eostre que revertesse o encantamento. Ela tentou de todas as formas, mas não conseguiu desfazer o encanto. A magia já estava feita e nada poderia revertê-la. Eostre decidiu esperar até que o inverno passasse, pois nesta época seu poder diminuía. Quem sabe quando a Primavera retornasse e ela fosse de novo restituída de seus poderes plenamente pudesse ao menos dar alguns momentos de alegria à lebre, transformando-a novamente em pássaro, nem que fosse por alguns momentos.

 

A lebre assim permaneceu até que então a Primavera chegou. Nessa época os poderes de Eostre estavam em seu apogeu e ela pôde transformar a lebre em um pássaro novamente, durante algum tempo. Agradecido, o pássaro botou ovos em homenagem a Eostre. Em celebração à sua liberdade e às crianças, que tinham pedido a Eostre que lhe concedesse sua forma original, o pássaro, transformado em lebre novamente, pintou os ovos e os distribuiu pelo mundo.

 

Para lembrar às pessoas de seu ato tolo de interferir no livre-arbítrio de alguém, Eostre entalhou a figura de uma lebre na lua que pode ser vista até hoje por nós.

 

Eostre assumiu vários nomes diferentes como Eostra, Eostrae, Eastre, Estre e Austra. É considerada a Deusa da Fertilidade plena e da luz crescente da Primavera.

 

Seus símbolos são a lebre ou o coelho e os ovos, todos representando a fertilidade e o início de uma nova vida.

 

A lebre é muito conhecida por seu poder gerador e o ovo sempre esteve associado ao começo da vida. Não são poucos os mitos que nos falam do ovo primordial, que teria sido chocado pela luz do Sol, dando assim vida a tudo o que existe.

 

Eostre também é uma Deusa da Pureza, da Juventude e da Beleza. Era comum na época da Primavera recolher o orvalho para banhar-se ritualisticamente. Acreditava-se que orvalho colhido nessa época estava impregnado com as energias de purificação e juventude de Eostre, e por isso tinha a virtude de purificar e rejuvenescer.

 

Fontes de Consulta:

 

Coven – Criando e Organizando seu próprio grupo – Claudyney Prieto Explorando o Druidismo Celta – Sirona Knight Grimoire: Ayesha Grimoire: IDC Rituais Celtas – Andy Bagggot Todas as Deusas do Mundo – Claudinei Prieto Trabalho mágico para covens – Edain McCoy Wicca – A Feitiçaria Moderna – Gerina Dunwich Wicca – A Religião da Deusa – Claudiney Prieto”

 

Entre os bárbaros, era representada por uma mulher que segurava um ovo nas mãos e observa um coelho saltitante; 

 

Ovos de chocolate: Os ovos já foram de ouro com pedras preciosas, pintados com imagens que diziam ser de Jesus e Maria e, por fim, de chocolate. Além de todo ritualismo pagão havia uma demonstração de poder financeiro.

 

Em Nínive, a rainha Semíramis (deusa-mãe) era adorada como Ishtar (de Ishtar deriva Easter = Astarote). Durante o festival do solstício da primavera (abril), em orgias e prostituições, adoravam a "deusa" Ishtar. Por nove dias, os adoradores de Astarote (Ishtar – Semíramis) trocavam ovos; em rituais de "procura por ovos escondidos".

 

Peixes: Há um grande embuste por parte do catolicismo romano nesse ritual de NÃO PODER COMER CARNE.

 

Infelizmente, as pessoas não costumam se esforçar para pensar ou pesquisar sobre qualquer assunto. Aceitam, de bandeja, tudo prontinho!

 

O PEIXE TEM CARNE PORQUE TEM SANGUE OU TEM SANGUE PORQUE TEM CARNE.

 

A própria Palavra de Deus afirma que peixe é feito de CARNE: I CORÍNTIOS 15:39

 

O ritualismo da comilança de peixes, principalmente o bacalhau (põe cerca de nove milhões de ovos), na "páscoa" católica, foi mais um "ajuste" para aumentar o número dos seus fiéis que se recusavam deixar o paganismo.

  

Os filisteus eram devotos da "GRANDE MÃE". Após a invasão de Canaã, eles passaram a adorar Dagon (considerado "deus" da fertilidade, da abundância e das riquezas), "pai" de Baal. Assume uma figura de metade homem e metade peixe.

 

Observe o que encontramos no site "MUNDO TENTACULAR":

 

"Essa teoria ganha força quando lembramos dos cultistas de Innsmouth em "A Sombra sobre Innsmouth" (1936), a segunda obra a citar Dagon. Nesse conto, os membros da decrépita Família Marsh e da Ordem Esotérica de Dagon, usavam a indumentária de culto, composta de manto e mitra, que remontava aos trajes dos sacerdotes filisteus, com suas bacias metálicas e adagas curvas. É possível que toda a Ordem Esotérica tenha baseado seus rituais no velho culto fariseu."

 

 

http://mundotentacular.blogspot.com/2010/02/dagon-transicao-de-deus-semitico-horror.html

 

MUNDO TENTACULAR

20/02/2010
Postado por King in Yellow às 12:30 
Marcadores: H.P. Lovecraft, Horror

 

Semelhanças com os PAPAS:

 

Manto, Mitra (chapéu do PAPA com formato de cabeça de peixe igual aos dos sacerdotes filisteus, adoradores de Dagon) e adagas curvas (não lembra a cruz encurvada do papa?). 

 

QUARESMA: No paganismo babilônico, Tamuz ("reencarnação de Nirode" que foi morto prematuramente), filho de Ninrode com a sua própria mãe, a rainha Semíramis (deusa-mãe), foi morto aos quarenta anos de idade por um urso bravo. Houve lamentação, pela sua morte, por QUARENTA DIAS ou QUARESMA.

 

O catolicismo romano, fundado em 313 d.C. pelo então imperador romano Constantino, para agradar os pagãos e atraí-los a sua igreja recém-fundada, inseriu oficialmente esses "símbolos" (pagãos) nas suas comemorações da "páscoa", a partir do concílio de Nicéia, em 325 d.C. 

 

Alguns cristãos, para não se esforçarem em pesquisar (por isto, são culpados),  utilizam esses "símbolos" como se referissem a comemorações a Jesus Cristo, mas que, na verdade, são adorações a deuses pagãos. Muitos já sabem que são comemorações pagãs, mas teimam em continuar errando participando diretamente, ou indiretamente, dessas "festas" justificando que assim é mais fácil convencer os incrédulos. Puxa! Se o evangelho não tivesse poder para, por si só, convencer os incrédulos, não seria de Deus. Como é que um cristão verdadeiro precisa adorar (mesmo que afirme que não o faz) deuses pagãos para levar incrédulos à salvação em Jesus Cristo?! Os "religiosos" adoram imagens de escultura e afirmam, cegamente, que, apenas, as "veneram".

 

Por tudo o que foi explanado acima, creio que NÃO seja certo algum servo de Deus aproveitar adorações, festas e comemorações pagãs para propagar o evangelho santo de Jesus Cristo.

 

Não creio que comer peixe ou algumas comidas que se vendem em épocas de comemorações pagãs (como milho) seja pecado (I Coríntios 8:1 a 13). Apenas, creio que uma igreja de Deus não pode utilizar-se dessas "festas" para propagação do evangelho de Jesus Cristo. E um servo de Deus não deve comer peixe ou milho, etc., como sendo em “comemoração” ao dia ou “deus” pagão. Não há necessidade de um servo de Deus estar à beira de uma fogueira para comer milho, a não ser que esteja faltando energia elétrica em casa e não haja velas. Ainda que alguém saiba que aqueles para os quais estão sendo oferecidos esses sacrifícios não sejam “deuses”, sempre haverá outros de “mente fraca” que julgarão como uma adoração. I Coríntios 8:1 a 13

 

Um servo de Deus que compra “ovo” ou “coelho” de “páscoa” ou se veste de matuto no “são João” está participando de festa pagã na intenção de cumprir o ritual diabólico. Por que não comer chocolate em barra? Não é possível que alguém, exatamente nessas “comemorações”, tenha que comer um ovo confeccionado com a finalidade da festa pagã! Se quiser se vestir de matuto, por que não o fazer em outros dias? É lógico que quem participa, de alguma forma, de festa pagã está praticando o paganismo ou a adoração a “deuses” que não são deuses (Atos 19:26; Gálatas 4:8).

 

 

Só o sangue do Senhor Jesus Cristo pode purificar o pecador, VERDADEIRAMENTE arrependido, de todo o pecado (I João 1:7). O mesmo Jesus ressuscitou, EM CARNE E OSSOS (Lucas 24:39), ao terceiro dia da sua morte e voltará para arrebatar todo aquele que o recebeu como ÚNICO CAMINHO, ÚNICA VERDADE, ÚNICA VIDA ETERNA (João 14:6).

 

Sou SALVO PARA SEMPRE unicamente PELO SANGUE DO CORDEIRO DE DEUS (JESUS CRISTO). Tenho a certeza ABSOLUTA que sou SALVO APENAS PELA GRAÇA DE DEUS e VOU (COM CERTEZA) MORAR NO CÉU!

 

Se alguém quiser acreditar ou não, não mudará o fato da EXISTÊNCIA DO INFERNO ETERNO DE FOGO. A Bíblia está cheia de textos que falam sobre o inferno eterno de fogo. Muitos que não criam, estão crendo tarde demais. Não seja um dos tais que apostaram nos “eus achos” e em doutrinas diabólicas e se arrependeram tarde demais.

 

Deus não leva em conta os "conhecimentos" e "habilidades" terrenas, nem trata o homem de acordo com os bens que possui, mas EXIGE que TODOS, EM TODO LUGAR, SE ARREPENDAM (Atos 17:30).

 

Lucas 12:15

E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui.

 

Cada um deve reconhecer que é um pecador perdido (Romanos 3:23) e, por isto, arrepender-se dos seus pecados; crê que o Senhor Jesus Cristo pagou todos os pecados de cada um de nós com o sangue dEle (I João 1:7) porque não podemos, de forma alguma, pagar um só pecado; crê que o Senhor Jesus Cristo ressuscitou, em carne e ossos (Lucas 24:39), ao terceiro dia da sua morte e converter-se a Ele; não a uma religião, mas ao Senhor Jesus Cristo, recebendo-o como Único e Todo-Suficiente Salvador (João 14:6).

 

Fique, agora, a sós com Deus… Não exija nada dEle; pois, quem somos para exigirmos algo de Deus? Com toda humildade no seu coração ESVAZIE-SE DE TUDO O QUE APRENDEU… Sinta que você é (o que todo homem é): PÓ! Diga a Deus que você não merece nem falar com Ele, quanto mais OUVIR A SUA VOZ. Agora, arrependido por ser mais um PECADOR (como todos o são), peça MISERICÓRDIA A DEUS e CREIA QUE o SANGUE DO SENHOR JESUS CRISTO É o ÚNICO PAGAMENTO POR TODOS OS TEUS PECADOS (I JOÃO 1:7). Não precisas ouvir som algum, mas necessitas sentir, em teu coração, que Deus está pronto a te ouvir! Creia, sem dúvida alguma, que o Senhor Jesus Cristo RESSUSCITOU EM CARNE E OSSOS (Lucas 24:39)… Romanos 10:9 e 10.

 

Esvazie-se deste mundo e de tudo o que te prende (amarra) a ele e sinta a sua inutilidade para salvar a sua alma… Creia, no seu coração, que JESUS CRISTO é o ÚNICO (João 14:6) que PODE, PELA SUA INFINITA GRAÇA, AMOR e MISERICÓRDIAS, SALVAR A TUA POBRE E PERDIDA ALMA, AGORA!

 

Ore assim, não como uma reza, com coração sincero e arrependido, a Deus: Senhor Deus, eu sou um pecador perdido e por isso não posso fazer nada para pagar os meus pecados. Foi por isto que o teu Filho, Jesus Cristo, morreu na cruz: Para pagar todos os meus pecados com o sangue que derramou. Mesmo sem ter visto, pela fé, creio que o Senhor Jesus Cristo ressuscitou, ao terceiro dia da sua morte, em carne e ossos; está vivo no céu. Agora, eu abro o meu coração e te peço: Entre, agora, Senhor Jesus, no meu coração, perdoa todos os meus pecados, como perdoaste o ladrão que morreu na cruz ao teu lado; purifica-me com o teu sangue; livre-me da condenação eterna do fogo do inferno e dê-me, agora mesmo, o teu Espírito Santo para morar no meu coração para eu ter a certeza, agora, de morar no teu céu. Eu te recebo, agora, Senhor Jesus Cristo, como meu Único e TODO-SUFICIENTE Salvador e Senhor. Ó Deus! Eu te imploro, em nome do Senhor Jesus Cristo. Amém!

 

 

VISITE UMA IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA

 

About these ads
Esse post foi publicado em RELIGIÃO. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s